Profissionais da Secretaria de Educação recebem formação híbrida em tecnologias digitais

Profissionais da Secretaria de Educação recebem formação híbrida em tecnologias digitais

Cursos são oferecidos gratuitamente na modalidade EaD

Aproximadamente 2.250 profissionais da Educação, entre gestores, pedagogos e professores, podem participar da “Formação Híbrida em Tecnologias Digitais”. Serão oferecidos cursos com o objetivo disseminar a cultura digital na Educação, possibilitando aos educadores compreender as tecnologias, contribuindo para o desenvolvimento das competências digitais na prática pedagógica, alinhadas às competências estabelecidas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A iniciativa é fruto da parceria entre a Secretaria de Estado de Educação e Desporto e a Fundação Telefônica Vivo, por meio do “Programa Pense Grande – Tecnologias Digitais”, disponibilizada na Plataforma Escolas Conectadas, de forma gratuita, na modalidade Educação a Distância (EaD) e dividida em duas categorias de atendimento: cursos com mediação tecnológica e mentoria para 450 multiplicadores e cursos autoinstrucionais para 1.800 docentes, com início no dia 12 de abril.

O secretário de Educação, Luis Fabian Barbosa, salienta a necessidade das formações. “Desde o ano passado, nós temos frisado a importância da formação continuada para os profissionais da Educação, nos ajustamos e, hoje, por meio de parcerias, podemos concretizar a capacitação dos nossos técnicos, gestores e professores, através de aulas remotas”, frisa.

Programação – Para a abertura da “Formação Híbrida em Tecnologias Digitais”, será apresentado um webinário como atividade inicial para todos os cursistas já inscritos e aos demais profissionais da Educação, a ser transmitido, ao vivo, no canal do “Aula em Casa” no YouTube, nesta sexta-feira (09/04).

A programação segue até as 17h e contará com a participação de Luis Fabian; da diretora do Centro de Formação Profissional Pe. José Anchieta (Cepan), Ana Lucena; e de representantes da Fundação Telefônica Vivo.

“No contexto das rápidas e constantes mudanças que estamos presenciando, exacerbadas com a pandemia de Covid-19, a formação continuada de docentes passa a ser estratégica, uma vez que as tecnologias estão se incorporando cada vez mais na prática pedagógica dos professores, e estes, por sua vez, precisam se apropriar de modo mais aprofundado das tecnologias digitais para o ensino híbrido e a própria educação a distância, uma modalidade importante e que vem ganhando espaço”, explica a diretora do Cepan, professora doutora Ana Maria de Lucena Rodrigues.

Na ocasião, a professora e coordenadora da graduação em Design Educacional da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Paula Carolei, ministrará a palestra “A importância da cultura digital e do pensamento computacional para a sociedade do século XXI”.

Diretor de escola pública estadual em São Paulo, atuando no Ensino Integral desde 2015, o professor Donizete José da Silva falará sobre “A escola se transforma com a cultura digital”.

Modalidades – No primeiro momento, serão ofertados quatro cursos que buscam potencializar a formação de 450 multiplicadores, constituídos por professores e técnicos pedagógicos do Cepan, Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), Coordenação de Escolas de Tempo Integral, Coordenadorias Distritais e Regionais e escolas da capital e do interior.

Os cursos são constituídos por temas como: “Pensamento Computacional – Se meu computador pensasse: uma correlação entre a lógica computacional e os problemas do dia a dia”, “Narrativas Digitais” e “Robótica Sustentável”.

Já a segunda modalidade oferecerá seis cursos autoinstrucionais para 1.800 docentes, com foco em temáticas de tecnologias digitais, destinados aos profissionais da rede estadual de ensino, por meio da Plataforma Escolas Conectadas. A categoria atende as temáticas: “Ensinando o computador – Da lógica da programação para a lógica da aprendizagem”, “Narro, logo existo! Registrar meu mundo e construir histórias” e “Se meu computador pensasse – Uma correlação entre a lógica computacional e os problemas do dia a dia e outros”.

FOTO: Tácio Melo/Secom e Eduardo Cavalcante

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here