Encantos Amazônicos

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), em parceria com a Associação Zagaia Amazônia, realizou nesta sexta-feira, 17/12, o lançamento da coleção “Encantos Amazônicos” e o encerramento da segunda edição do projeto “Manaus Feita à Mão”, no Casarão da Inovação Cassina, Centro. O projeto foi voltado para aprimorar os produtos de 43 artesãos, selecionados pelo Departamento de Economia Solidária e Criativa da Semtepi.

“Parabenizo a associação e, principalmente, o Departamento de Economia Solidária e Criativa que foi incansável no objetivo de trazer os artesãos que fazem esse trabalho, para, assim, movimentar a parte econômica. Vamos continuar nos esforçando para que o trabalho desses artesãos não fique só nesse ambiente, mas que possam percorrer o país mostrando que existe uma peculiaridade amazônica que tem um valor, inclusive histórico, muito importante”, pontuou o secretário da pasta, Radyr Júnior.

O subsecretário de Assuntos Operacionais da Semtepi, Gustavo Igrejas, também ressaltou a importância do projeto em parceria com a Zagaia. “Essa é mais uma iniciativa que dá oportunidade para que os artesãos possam aprimorar e vender seus produtos e gerar renda para esse segmento que foi um dos principais afetados pela pandemia”, destacou Igrejas.

Na ocasião, Rozana Trilha, presidente da Associação Zagaia Amazônia, pontuou a importância do apoio da prefeitura para a execução do projeto

“Por meio da parceria com a prefeitura temos a chance de discutir o que pode trazer mais melhorias para esse trabalho. Nesta edição foi possível comprar matéria-prima para desenvolver os produtos e, além disso, levar duas artesãs para uma feira nacional em Belo Horizonte (MG). Então é muito mais que só a comercialização, é a oportunidade de perceber o que está sendo feito no mercado”, observou.

Feira

Uma das artesãs certificadas no evento, Regina Medeiros, há 12 anos trabalha com artesanato, e por meio do projeto participou da 32ª Feira Nacional de Artesanato em Belo Horizonte, que aconteceu de 7 a 12/12.

“Eu sou natural de Maués e trabalho com pintura em cerâmica, em massa fria, argila e em madeira, além disso, há cinco anos eu comecei a modelar peças. A Prefeitura de Manaus e a Zagaia têm sido divisores de águas porque apoiam na criação de peças e nos abrem novos horizontes e possibilidades de trabalho, ou seja, são fundamentais para consolidarmos a marca e a identidade no nosso trabalho. Recentemente nós estivemos na feira nacional de artesanato, fruto dessa parceria, e foi uma experiência super gratificante e valorosa na qual pude estar em contato com vários artesãos trocando ideias e conhecimento”, disse.

Trabalhos

A coleção é inspirada no universo amazônico e composta por peças que variam da fibra, passando pela cerâmica, o couro e a borracha até a utilização de cuias, madeiras e tecidos como matéria-prima de suas criações.

Durante o evento foi lançado um catálogo digital com as produções artesanais aprimoradas, a partir da consultoria que os participantes receberam da Associação Zagaia Amazônia no “Manaus Feita à Mão”. A consultoria teve o objetivo de potencializar a criação artesanal por meio de um método de desenvolvimento de produtos que expresse originalidade e valorização da identidade cultural amazônica.

Além disso, o projeto, que teve início em junho deste ano, ofereceu ao longo dos meses capacitação contínua, on-line e presencial aos participantes, preparando-os para o mercado do artesanato nacional e internacional, com desenvolvimento de novos produtos, originais e valorizando a identidade cultural dos participantes. Foram realizadas oficinas temáticas com foco nas tendências criativas para inovação no artesanato local, aprimoramento de produtos e orientações de como exportar e como identificar mercado fora do país e prospectar novos clientes.

A associação, em parceria com a Semtepi, montou um conjunto de metodologias para formar, aperfeiçoar e levar excelência ao mercado artesanal para os artesãos. Entre os participantes, 21 artesãs fazem parte da Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro (Amarn), 5 integram o Ateliê Derequine do Parque das Tribos, e 17 são artesãos urbanos de Manaus.

A capacitação e a consultoria realizada pela Zagaia aconteceram em parceria com a designer de produto Carol Oliveira, colaboradora de projetos do Studio Sérgio J. Matos. A parceria buscou estimular nos participantes, inclusive com a aquisição de matéria-prima, o desenvolvimento de novos produtos artesanais com a influência no design, na valorização das peças produzidas, buscando ampliar o público consumidor para o cenário nacional e com isso gerar mais perspectivas de faturamento para os artesãos.

— — —

Foto – Divulgação / Semtepi