Prefeito David Almeida determina prazo de 30 dias para construtora concluir obras inacabadas de escolas entregues na gestão passada

Prefeito David Almeida determina prazo de 30 dias para construtora concluir obras inacabadas de escolas entregues na gestão passada

O prefeito de Manaus, David Almeida, determinou o prazo de 30 dias para a empresa Construtora Resina concluir as reformas inacabadas em quatro escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed). As unidades foram entregues no final de 2020 e o valor total de R$5.178.782,51 foi pago pela gestão passada. Uma das escolas visitadas pelo prefeito e equipe técnica da Semed nesta terça-feira, 13/7, foi o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Beatriz Sverner, que atende crianças de três a cinco anos, no bairro Tancredo Neves, zona Leste.

“A reforma foi feita na gestão passada e entregue inacabada. Determinei o prazo de 30 dias para que a empresa faça os ajustes para a Semed equipar a escola e entregarmos aos alunos. Se o prazo não for cumprido, a prefeitura vai ingressar com uma ação de regresso para a devolução do dinheiro e com um processo de improbidade administrativa contra os responsáveis. Isso vale para todas as obras da prefeitura. A boa execução do recurso público deve estar acompanhada da fiscalização, e eu tenho ido pessoalmente a escolas, Unidades Básicas de Saúde, ruas, avenidas, faço isso diuturnamente, porque esse é meu dever e minha obrigação como prefeito eleito”, disse David Almeida.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, a unidade apresenta problemas como vazamentos, na energia elétrica, hidráulica, no elevador, forro com um grave vazamento e banheiros impróprios para crianças.

“Nessa escola, temos 11 salas e quase 500 crianças matriculadas, com uma alta demanda por matrícula. Nós estamos fiscalizando para que os alunos tenham condições de aprender. Foi uma péssima obra feita aqui. O prefeito deu 30 dias para que os vícios na construção sejam resolvidos”, afirmou Pauderney.

As outras escolas que estão no pacote de reformas para serem concluídas são as escolas municipais Boa Esperança, no São José, zona Leste; Solange Nascimento e Francisca Campos Corrêa, ambas no Tarumã, zona Oeste.

Outras obras inacabadas da gestão anterior seguem sendo fiscalizadas pelo prefeito David Almeida e pela Comissão de Apuração de Obras em Conclusão do Município de Manaus, criada no início da atual gestão.

— — —

Texto – Maryane Maia / Semcom e Asafe Augusto de Oliveira / Semed

Foto – Ruan Souza / Semcom

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here