Coroado recebe oficina de ‘Breakdance’ realizada pela prefeitura

A Prefeitura de Manaus, por meio do Conselho Municipal de Cultural (Concultura), realiza a oficina de “Breakdance”, para duas turmas de dez alunos, nesta terça, 28, e quarta-feira, 29/9, das 14h às 16h, na escola estadual Cacilda Braule Pinto, no Coroado 2, zona Leste. A oficina será ministrada pelo artista e professor da cultura hip hop no Amazonas, Maikon Andrade.

“Uma das recomendações do prefeito David Almeida em relação aos projetos culturais é a de que eles tenham como alvo, os jovens da periferia, e que eles também sejam um dos pilares dos planos de ação”, destaca o presidente do Concultura, Tenório Telles. Ainda segundo ele, todas as zonas geográficas da cidade e os públicos mais diversos serão atendidos com o Programa de Formação e Empreendedorismo – Concultura 2021.

Telles revela que em outubro as zonas Norte e Oeste serão contempladas com oficinas voltadas para as populações indígenas e demais moradores com cursos de dança, música, artesanato, saberes tradicionais e terapêuticos.

Integração

A coordenadora do programa, Ana Dark, informa que o Programa de Formação e Empreendedorismo – Concultura 2021, possui como objetivos, propiciar o exercício da cidadania e da convivência comunitária, por meio de ações integradas e complementares ao desenvolvimento cultural, educacional e psicossocial das crianças e adolescentes.

“A oficina de break, por exemplo, pretende proporcionar atividades artística e cultural, despertar o interesse pela dança, pela arte, pela cultura hip hop. Pretende resgatar, fortalecer e divulgar a cultura popular, que já está confirmada como modalidade nos jogos olímpicos de Paris 2024″, observa.

O breaking ou popularmente conhecido como breakdance ou B-boying nasceu no bairro nova-iorquino do Bronx, nos anos 70, como parte integrante da cultura hip hop, criada por afro-americanos e latinos. Pode ser dançada ao som de vários estilos musicais, mas o mais comum é ser dançada ao som de hip hop ou funk.

Palestrante

O artista amazonense Maikon Andrade é coreógrafo, diretor, produtor cultural, líder comunitário e acadêmico do curso de Dança, na Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Também conhecido como “Mayking”, iniciou sua carreira em 2007, no “Movimento Hip Hop Manaus” com o grupo de dança “Nativos Crew”, o qual foi uma das bases da formação do grupo. Participando de vários eventos e festivais, adquiriu prêmios em 2008, como o melhor grupo de breakdance e de melhor coreografia de Manaus, eleito pela organização “MHM 1994” no Festival Super Street Dance.

— — —

Texto – Cristóvão Nonato / Concultura

Foto – Divulgação / Arquivo – Manauscult